Fall Guys - Ultimate Knockout

Escrito por

Gonçalo "Melgacius" Carvalho

Data de publicação

14 Agosto 2020 10:00

Tópicos

Se os Jogos Sem Fronteiras tivessem um filho com o Nunca Digas Banzai esse seria certamente o Fall Guys. Ainda me lembro de uma vez, quando era criança pequena, ter saído de casa durante as férias para ir ver os Jogos sem Fronteiras deixando os meus pais preocupadíssimos até me encontrarem junto da montra dum café ao lado da casa. Fall Guys deu-me essa mesma sensação, a de querer mesmo jogar e divertir-me, mas tal como os programas que mencionei, também se torna repetitivo.

Fall Guys junta o conceito de battle royale a imensos minijogos muito divertidos em que nós, um feijão com pernas e braços, jogamos contra 59 outros feijões.

Tiro o chapéu a esta fórmula de battle royale, que muito sinceramente foi a única que consegui apreciar até hoje. A ausência de violência e o facto de não existir uma forma de comunicar com os outros jogadores, exacerba os momentos de diversão no jogo e elimina a grande maioria dos elementos de toxicidade muitas vezes associados ao género.

É assustadora a simplicidade do jogo. Podes correr, saltar, mergulhar e agarrar. Todas estas acções são muito desajeitadas, não existe absolutamente nada de gracioso neste jogo, sendo que o simples acto de correr dá algumas vezes a impressão que causa alguma dificuldade ao boneco. A física tipo ragdoll (boneca de trapos) leva a momentos curiosos onde o simples facto de saltar cria uma probabilidade bem alta do nosso feijão não ser capaz de cair de pé. Para agarrares alguém ou alguma coisa tens mesmo de estar na posição perfeita. Qualquer salto que não seja completamente equilibrado vai impedir-te de agarrar um degrau, qualquer ângulo que não seja perfeito impede-te de agarrar alguém ou algum objecto. Quando tens um objecto na mão a física do movimento permite que o atires, mas esse movimento não é homogéneo e acabas por obter lançamentos muito diferentes cada vez que os fazes.

O acto de mergulhar é dos mais úteis do jogo já que te permite de forma mais rápida passar por um obstáculo em movimento, ou empurrar um objecto maior que temos de mover. Depois de aperfeiçoarmos o movimento torna-se importante para compensar saltos que demos antes do tempo, acrescentando alguma distância ao salto, ou compensando uma posição desvantajosa em momentos de tudo ao molho e fé em Deus.

De forma genérica começamos com jogos de corridas de obstáculos e depois vamos passando para jogos de equipa. Pessoalmente acho os jogos de equipa muito menos divertidos. Não haver forma de comunicar tem coisas boas, mas também tem coisas más, já que invariavelmente acabamos cada um a fazer a sua coisa, e num jogo tão casual como este uma equipa mesmo que apenas marginalmente mais organizada, acaba por ter uma enorme vantagem.

De qualquer forma não existe grande penalização por sermos eliminados. É bastante rápido entrar num novo jogo, acabamos por não esperar muito e isso torna o jogo muito mais dinâmico e diminui imenso a frustração quando algo corre menos bem.

O que é verdade é que me diverti imenso no primeiro dia que joguei o jogo. Estava sempre a voltar a jogar, e mesmo sendo um jogo casual foi fácil perder mais que uma hora a jogar de forma consecutiva. Podem não valorizar muito isso, mas eu tenho alguma dificuldade em jogar estes jogos sem qualquer tipo de história por longos períodos, até o Overwatch eu me limito a jogar um joguito ou dois antes de o desligar, no entanto esse entusiasmo diminuiu de forma surpreendentemente rápida. Embora tenha muitos minijogos achei o jogo muito repetitivo. Certo que os mapas são selecionados aleatoriamente, mas se houver jogos que não gostas vais começar a ficar aborrecido com a quantidade de vezes que eles te calham. No segundo dia que joguei tive a infelicidade de apanhar os mesmos dois primeiros jogos 4 vezes consecutivas, sendo eu não gostava do segundo e acabei por ficar farto do primeiro, o que me levou a parar de jogar. Depois se não gostares dum género de jogos e este te aparecer mais que uma vez, acaba por estragar a diversão que estavas a ter anteriormente. Já mencionei acima que não acho piada a jogos de equipa, mas ainda gosto menos de jogos em que temos de agarrar coisas. Ora, há jogos de equipa onde essencialmente temos de agarrar coisas, e jogos individuais em que também temos de o fazer. Houve um servidor que me ofereceu 4 jogos em que dois foram jogos de equipa em que tinha que agarrar coisas, e outro um jogo individual em que tinha que agarrar coisas. Bem, é uma questão de sorte.

 

Não podemos esquecer que isto é um jogo online, logo alguém vai descobrir como ser troll. Há malta que se dedica apenas a estragar a diversão dos outos, passando o tempo a tentar atrapalhar os movimentos, a tentar impedir que se atravesse a meta, ou a boicotar jogos de equipa. É preciso alguma skill para fazer isso, mas mesmo que só atrapalhem uma pessoa, se tiveres o azar de ser essa pessoa não é uma sensação agradável.

Gostei do sistema de battle pass, que me parece evoluir a velocidade adequada, mas este é mais um jogo pago em que tens mecânicas de jogo móvel e podes comprar moeda para adquirires cosméticos. A mim não me faz qualquer impressão, mas gosto de o mencionar.

Fall Guys está a ser um sucesso e tem razões para isso. É muito divertido e casual. Oferece gratificação e diversão instantânea, no entanto a longo prazo parece-me muitíssimo dependente da quantidade de novo conteúdo introduzido por quem o desenvolve. Tenho também a sensação que a maior parte das pessoas não vai gostar de todos os jogos, o que vai acelerar o processo de desgaste do jogo. Acho que está muito bom, mas provavelmente daqui a um mês já poderia dizer que é aborrecido. Acreditem que esta análise me fez coçar a cabeça várias vezes e já me ocupou o pensamento numas viagens para o trabalho. O jogo tem um preço justo e agora tem imensa gente a jogá-lo. Dado que é bastante divertido é uma recomendação fácil, e esta é a altura ideal para o jogarem.

  • Lançamento: 4 de Agosto de 2020
  • Plataformas: PC/PlayStation 4
  • Desenvolvedor: Mediatonic
  • Editora: Devolver Digital
  • Nota Pessoal: 7,5/10
  • Cópia para análise gentilmente cedida por Devolver Digital
  • Analisado na versão para PC

Lançamentos

 

Super Mario 3D All Stars
18 Set 2020
Nintendo Switch
Nintendo
Mafia III: Definitive Edition
25 Set 2020
PC/Xbox ONE/PS4
Hangar 13
Crash Bandicoot 4: It's About Time
02 Out 2020
Xbox One/PS4
Toys for Bob

Guias

Ver todas

TOP Reviews

Ver todas