2018 Feb 12 / 20:00

Equipas depois do ESL CS Roster Lock

No início deste ano foi colocado um cadeado sobre os quintetos para a ESL Pro League Season 7 (EPL), e houve várias equipas que trocaram alguns jogadores, incluíndo algumas que trocaram completamente de equipa. Este artigo vai servir como uma espécie de resumo das últimas semanas que envolveram várias trocas. Algumas surpreendentes, outras não tanto, mas todas irão certamente ser interessantes de ver.


ESL Pro League EU

Comecemos pela vertente europeia da EPL, uma que é casa para equipas que já asseguraram o seu lugar na história do CS:GO. Fnatic, que dominaram a fase online da temporada passada, são um dos vários exemplos que se pode dar aqui. Com isto vem os newcomers, os novatos. Para a sétima temporada da EPL, são os AGO, os polacos que surpreenderam tudo e todos em 2017 ao conquistar bons lugares em vários torneios e qualificadores para competições de renome. Avançam para a primeira divisão da junção entre a ESL e a ESEA conquistando o primeiro lugar na ESEA MDL 27 e contratos até 2020.

Mas os AGO não fizeram mudanças, apenas adicionaram dois coaches. O foco aqui está mais em equipas como os EnVyUs, o duo dinamarquês dos Astralis e North e ainda os LDLC. Todas estas equipas têm em comum o facto de terem feito mudanças que mais se notaram na comunidade, tendo em conta o valor das equipas e os respetivos jogadores.

Como um pequeno asterisco, temos os HellRaisers que contam com a readição de Vladyslav "bondik" Nechyporchuk e os Gambit, que adicionaram Denis "seized" Kostin como stand-in prolongado e transferiram o in-game leading para Abay "Hobbit" Khasenov. Temos também os Heroic que decidiram adicionar Ruben "RUBINO" Villarroel como jogador substítuto.

EnVyUs

Os EnVyUs já fazia algum tempo que tinham vários torneios onde demonstraram desempenho subpar comparado a certos jogos de Vincent "Happy" Schopenhauer, o capitão, ou mesmo de Adil "ScreaM" Benrlitom. Baixo valor leva a uma necessidade de mudanças para algumas equipas como estas, e por isto os franceses resolveram colocar dois dos seus membros, Alexandre "xms" Forté e Christophe "SIXER" Xia no banco. Voltaram a dar as boas vindas a Fabien "kioShiMa" Fiey no lugar de xms e resolveram dar um 'upgrade' a um dos jogadores da sua academia, Ali "hAdji" Haïnouss.

EnVyUs

 
  • Vincent "Happy" Schopenhauer
  • Cédric "RpK" Guipouy
  • Adil "ScreaM" Benrlitom
  • Fabien "kioShiMa" Fiey
  • Ali "hAdji" Haïnouss
     
  • Damien "maLeK" Marcel (coach)
  • Alexandre "xms" Forté (substituto)
  • Christophe "SIXER" Xia (substituto)

O que terá o 'novo sangue' para mostrar?

Astralis e North

O duo dinamarquês que teve um excelente começo em 2017, mas foi lentamente caíndo ao longo do ranking que a HLTV.org criou, onde atualmente se situam a #7 e #16, respetivamente. Este período de maus resultados foi ultimamente visto no ELEAGUE Major: Boston 2018, onde os homens de Lukas "gla1ve" Rossander saíram 1-3, enquanto os North terminaram num espantoso 0-3. Se antes do Major já se falava num shuffle dinamarquês, os resultados adquiridos em Boston apenas incentivaram os rumores.

Os North chocaram tudo e todos ao saírem 0-3

No dia 2 de fevereiro o primeiro passo foi tomado com a saída abrupta de Markus "Kjaerbye" Kjærbye para os North, onde sibstituí Kristian "k0nfig" Wienecke. Antes deste ir para o banco, o jogador da academia dos North, Daniel "mertz" Mertz tomou o lugar de René "cajunb" Borg.

North

  • Mathias "MSL" Lauridsen
  • Philip "aizy" Aistrup
  • Valdemar "valde" Bjørn Vangså
  • Daniel "mertz" Mertz
  • Markus "Kjaerbye" Kjærbye
     
  • Alexander "ave" Holdt (coach)

O segundo quinteto dinamarquês, dos Astralis, já viu bastantes mudanças desde que formaram a sua marca em 2016. Desde saída de Finn "karrigan" Andersen à saída do próprio, e atualmente benched, cajunb. A entrada de Emil "Magisk" Reif vem substituír a saida de Kjaerbye, que saíu para a equipa de Copenhaga sem qualquer aviso.

Com device livre de doenças e um novo membro na equipa, como será que se darão?

Não há muito a falar sobre esta equipa, tendo em conta que o declínio deles teve bastantes azares que a equipa pode culpar, nomedamente a doença prolongada da AWP estrela de Nicolai "device" Reedtz. Tudo o que podemos fazer é esperar e ver como é que Magisk se vai saír no seu retorno a um quinteto dinamarquês.

Astralis

  • Lukas "gla1ve" Rossander
  • Nicolai "device" Reedtz
  • Peter "dupreeh" Rasmussen
  • Andreas "Xyp9x" Højsleth
  • Emil "Magisk" Reif
     
  • Danny "zonic" Sørensen (coach)

LDLC

Uma equipa que passa por baixo dos radares muitas vezes e que são muito subestimados, principalmente porque a equipa centra-se à volta do seu, agora, ex-IGL: Kévin "Ex6TenZ" Droolans. Uma das mentes mais brilhantes no que toca ao in-game leading da atualidade foi recentemente tirado da organização francesa, afirmando que "Ultimamente, não concordava com muitas coisas, e coloquei muitas em questão. Obviamente, já não voltávamos atrás. E eu sou quem foi expulso. Eu respeito!".


O que farão os LDLC sem uma das mentes mais brilhantes do CS:GO?

Para ocupar o lugar do belga, trouxeram Logan "LOGAN" Corti, um jovem de 19 anos que já se mostrou bastante capaz na scene francesa com boas demonstrações para os ARES e antes deles, os beGenius. Tendo em conta que o jogador, com estas equipas, não participou em grandes torneios, apenas o tempo irá dizer qual será a capacidade dos LDLC daqui para a frente.

LDLC

  • Timothée "DEVIL" Démolon
  • Logan "LOGAN" Corti
  • Antoine "to1nou" Pirard
  • Alex "ALEX" McMeekin
  • Mathieu "Maniac" Quiquerez
     
  • Steeve "Ozstrik3r" Flavigni (coach)

ESL Pro League NA

Agora transferimos a atenção para o lado americano da liga, que engloba 2 campeões do Major, os SK Gaming, que venceram, primeiramente, o MLG Columbus 2016 e logo a seguir o ESL One: Cologne 2016. Estas duas vitórias, juntando-se a uma grande campanha de 8 troféus em 9 finais, tendo apenas perdido uma contra os Virtus.pro por 1-2 na DreamHack Masters Las Vegas 2017. A divisão americana da EPL é ainda a casa dos atuais campeões do Major, os Cloud9.

Apesar de tudo, estas equipas acima não fizeram mudanças e iremos então focar-nos nos dignitas (que foram comprados aos SoaR Gaming), nos Ghost e finalmente nos OpTic. Algo que diferencia esta temporada da anterior, porém, é o facto dos CLG Misfits não terem renovado as licenças para mais uma edição, reduzindo o número de equipas americanas a 12.

De relembrar que o jovem Zack "XotiC" Elshani substituiu Mitch "m1tch" Semago nos Splyce, enquanto Keith "NAF" Markovic substituiu Josh "jdm64" Marzano nos Liquid. Os NRG também fizeram mudanças, trocando Allan "AnJ" Jensen por ex-CLG Ethan "nahtE" Arnold. Temos ainda os Renegades que apanharam Joakim "jkaem" Myrbostad para o lugar de NAF.

dignitas

Os novatos da sétima temporada da EPL são os ex-SoaR Gaming, atuais dignitas, que entram na EPL numa história parecida à dos AGO Gaming, com o primeiro lugar na ESEA MDL Season 26 North America. Ao contrário dos polacos, porém, esta equipa não traz tanto para mostrar como eles, sendo que desde a sua classificação para a EPL não arranjou bons resultados e antes, apenas podemos destacar o segundo lugar na Dust2.us Masters #1, terceiro na CEVO Main Season 13 North America e terceiro-quarto no CyerPowerPC Extreme Gaming Series Winter 2017.

É verdade que a equipa levantou questões ao vencer os Rise Nation para esta vaga, nas finais da MDL, mas com a recente substituição de m1tch por Ryan "Snakes" Amann, sendo que o último está impossibilitado de jogar na EPL por restrições de idade, o que poderá a equipa fazer? Temos apenas de esperar e ver o que o ex-Splyce consegue fazer.

dignitas

  • Matthew "mCe" Elmore
  • Logan "Voltage" Long
  • Jack "xCeed" Holiman
  • Michael "Grim" Wince
  • Mitch "m1tch" Semago
     
  • Josh "shinobi" Abastado (coach)

Ghost Gaming

A camisola dos Ghost dá as boas vindas a Yassine "Subroza" Taoufik, dos FRENCH CANADIANS, e a Tramaine "stan1ey" Stanley, dos Endpoint no lugar de Dallas "Dallas" Micks e Ronnie "ryx" Bylicki. Os Ghost manteram-se vivos para mais uma temporada da EPL. Registaram o último lugar na sexta temporada, garantindo uma vaga na ESEA MDL S27. Não se contentaram e lutaram nas Relegations, passando à frente dos Rise Nation para manter o lugar na EPL.

Não há muito a dizer sobre Subroza neste caso, mas é seguro que o britânico stan1ey adqiriu um rating da HLTV de 1.09 nos últimos três meses.

Ghost Gaming

  • Matthew "Wardell" Bowman
  • Connor "CONNOR93" gLOVER
  • Sebastian "seb" Bucki
  • Yassine "Subroza" Taoufik
  • Tramaine "stan1ey" Stanley
     
  • Michael "MAiNLiNE" Jaber (coach)

OpTic

O antigo lineup, internacional, dos OpTic não atingiu muito o sucesso que lhes era esperado e como resultado, alguns venturaram para diferentes sítios. Como já foi mencionado, Magisk foi um desses com a sua saída para os Astralis. A nova equipa da GreenWall é uma certa mistura de nacionalidades que levantou muitas dúvidas na altura do anúncio tendo em conta que parece algo montado à pressa.


Ambos saídos dos Liquid, stanislaw fica com casa e jdm64 não

Peter "stanislaw" Jarguz volta aos OpTic, onde esteve durante a ELEAGUE Season 2, e junta-se a Shahzeb "ShahZaM" Khan, antigo colega, e aos trio dinamarquês dos North: k0nfig, Nicklas "gade" Gade e cajunb. De relembrar que a situação Adam "friberg" Friberg, Aleksi "allu" Jalli e Kevin "HS" Tarn foi recentemente esclarecida pelo primeiro, afirmando que a equipa de facto separou-se da organização, sendo agora free agents.

OpTic Gaming

  • Peter "stanislaw" Jarguz
  • Shahzeb "ShahZaM" Khan
  • Kristian "k0nfig" Wienecke
  • Nicklas "gade" Gade
  • René "cajunb" Borg
     
  • Chet "ImAPet" Singh (coach)

 


E com o revamp total dos OpTic termina assim este resumo das equipas depois do ESL Roster Lock, um dia marcante para o CS:GO internacional tendo em conta o que acabaste de ler. Pessoalmente, estou bastante ansioso para ver o que os LiquidNRGRenegades e OpTic vão conseguir fazer com estas novas caras, mas apenas o tempo dirá isso!

 

Fotos: DreamHack
ESL             

Diogo "Eutalyx" Santos


Puto prodígio dos esports. 15 anos e é explorado no newswriting há 1. Metaleiro non-stop e culpa o irmão por tudo isto.