2018 Apr 24 / 20:00

Overwatch - Aprende a separar o trigo do joio.

O Overwatch é já há um ano o jogo que me ponho a jogar quando quero passar algum tempo divertido sem estar a pensar em análises, ou estar preocupado com detalhes que só interessam quando estou a pensar em escrever algum artigo.

Sendo um jogo popular rapidamente cresceu uma comunidade youtuber à sua volta, algo que sofreu novo boost há relativamente pouco tempo com o sucesso da Overwatch League.

Desde sempre me lembro de existirem alguns vídeos e artigos que funcionavam como guias e outros como opiniões sobre como jogar. Muitos foram muito úteis para eu entender o jogo e com o tempo fui evoluindo na sua compreensão.  

Quando o intuito é ajudar, bem ou mal, os vídeos são lógicos e coerentes, mas quando o assunto é subir na escada competitiva, ou apontar os defeitos da mesma, o caso muda um bocado de figura. Recentemente esse problema agravou… e bastante.

Todo e qualquer youtuber tem uma solução milagrosa para que progridas rápida e facilmente nos ranks e/ou para solucionar todo e qualquer problema do modo competitivo, mas a ânsia de ganhar uns euros fáceis faz com que os temas se esgotem rapidamente e a frequência com que acabam por se contradizer torna-se assustadora. Já cheguei a ver o mesmo youtuber num dia a dizer que para subirmos nos ranks temos de ser one tricks e no dia seguinte a fazer um vídeo com um rant contra os one tricks e a dizer que para subirmos temos que ser flex e escolher o que mais favorece a equipa. Também é comum fazerem vídeos contra a toxicidade, mas pouco tempo depois fazerem um vídeo a insultar quem joga com determinado personagem. Menos comum mas que também acontece, num dia dizem que temos que seguir uma estratégia em equipa, noutro indicarem quais os melhores heróis para solo carry

Dependendo de cada um dos pontos de vista tudo isto pode ser verdade, no entanto estas soluções milagrosas funcionam somente para pessoas com high elo de base, pessoas com compreensão média/alta do jogo e que conseguem efectivamente acertar no adversário de forma consistente. No fundo pessoas que já sabem o que andam a fazer, e que o fazem minimamente bem, necessitando somente de afinar os detalhes, ou seguir estratégias mais complexas.

Em low rank o que eu apanho é isto:

  • Bronze: jogadores usualmente casuais, que jogam muito pouco não percebem nem o jogo, nem são mecanicamente dotados. Entendem como se joga com um personagem de forma superficial e pouco mais;
  • Silver: jogadores, tal como eu, casuais que procuram divertir-se. São mecanicamente maus, começam a entender como se devem comportar, mas durante o jogo não sabem aplicar essas noções. Por norma entendem o papel de cada um dos roles, e embora tenham um main, até fazem algum flex para criarem uma comp minimamente decente, mesmo que acabem por jogar um herói onde não se sintam muito confortáveis. Já são capazes de comunicar, mesmo que apenas no início de cada ronda e, mesmo que de forma parcial, conseguem elaborar estratégias simples. Raramente mudam de herói mesmo que estejam a ser arrasados pelo seu counter.
  • Não me arrisco opinar acima disto, porque silver é o meu nível, e a minha opinião vai terminar neste rank, mas quando jogo com malta low gold, vejo que a diferença para silver, especialmente nos tank e support, não é muito grande.

Os vídeos actuais não representam ou ajudam ninguém nestes níveis, contudo são estes jogadores que mais ajuda procuram, já que são fracos e querem melhorar, no entanto não têm conhecimento suficiente para validar e interpretar a informação contraditória que lhes é dada. Cada vez mais apanho pessoal com prestações horríveis justificando-se que estão a treinar o que lhe ensinaram no Youtube ou o que viram na Overwatch League, originando comps sem hipótese competitiva, recusando-se a fazer qualquer tipo de flex porque lhes disseram que isso iria prejudicar o seu SR. Sabem como isto acaba sempre? Derrota e tilt.

Antes de me dar ao luxo de ter o meu devaneio deixo aqui algo que todos sabem, ganham mais SR se ganharem um jogo do que se o perderem. Aposto que valeu a pena lerem tudo só por isto, não foi?

Agora a minha sugestão.

A curto prazo se ganharem 50% dos jogos como one trick, irão certamente ganhar mais SR do que se ganharem 50% dos jogos como flex, já que teoricamente a vossa performance será melhor se dominarem plenamente o vosso herói, contudo se ganharem 60% dos jogos como flex já ganharão mais SR que com 50% como one trick, com o bónus que terão melhor ambiente enquanto jogam, equipas mais amigáveis e menos gente a tiltar.

Qual a minha sugestão? Sugiro algo simples e complexo ao mesmo tempo. Acho importante que testem todos os heróis e percebam qual é o vosso favorito. Esse herói será sempre a vossa base, o vosso ponto de conforto. Sempre que possível escolhem e jogam esse mas há situações em que isso pode não ser possível ou claramente desadequado:

  • Alguém dá insta lock nesse herói;
  • A comp da equipa é tão ridícula que torna impossível ganhar a ronda se o escolherem;
  • O teu counter está a ganhar-te consistentemente e tornando-te um elemento inútil para a equipa.

De tudo o que tenho visto e das horas que tenho jogado tento ter sempre dois heróis de cada categoria onde me consiga desenrascar decentemente. Posso não fazer nada de especial com eles, mas escolho-os sempre que a minha avaliação indica que o meu desempenho com ele dará mais hipóteses à minha equipa de ganhar do que se mantiver o meu main. De forma sumária tenho:

  • O mau main Zenyatta, sendo a Mercy o meu backup para main healer;
  • O Junkrat como backup para DPS de projécteis, passando a Soldier 76 se for necessário um hitscan;
  • D’Va como support tank, neste momento já quase um segundo main, e a Orisa quando precisamos de um main tank.

Isto é meramente um exemplo, deixo as pick ao vosso gosto, até porque todas dependem muito da situação, preferência pessoal e destreza mecânica, e mesmo estes heróis podem não se adequar a todas as comp. Inicialmente tanta mudança não correu bem, mas agora começo a notar melhoria significativa na forma como jogo, noto que melhorei na compreensão de jogo e mesmo na forma como cada role interage com os outros. As queixas recorrentes que ninguém dá heal, que os healers contrapõem dizendo que os DPS e Tank fazem overextend são agora mais claras para mim, compreendo ambos os lados. Posicionamentos e jogos de equipa, uso de habilidades e ultimates são-me mais fáceis de gerir. Tudo isto tem uma curva de aprendizagem que para um jogador fracote como eu é muito longa, mas eu acho que vale a pena. Claro que a meio duma ronda estou perdido na mesma, a fazer coisas ao calhas como uma barata tonta, mas para mim já é uma melhoria.

Acho muito difícil ganhar sozinho no Overwatch. Se a níveis mais altos alguém pode ter qualidades mecânicas que sobressaem, a nível baixo o mais fácil é jogar em equipa, sendo que é mais ou menos consensual que dificilmente se ganha numa comp que não tenha pelo menos um tank e um healer. Há menos probabilidade de alguém (ou todos) entrarem em tilt se perceberem que estão numa comp com chance de ganhar, ainda mais se perceberem que a equipa está a trabalhar para um bem comum, sem trolls, sem jogadores egoístas que forçam os outros a trocar e os insultam se não o fizerem.

Pode custar um bocado ao início, mas quando se começarem a ver melhorar vão divertir-se muito mais. Podem desenjoar do vosso main, compreenderão muito melhor o jogo, ganharão mais jogos. Como acréscimo vão começar a compreender quais os canais de Youtube que estão mesmo preocupados em vos ajudar e irão gradualmente eliminando quem apenas quer ganhar algum dinheiro à vossa custa, confundindo-vos e dando-vos informação incorrecta ou que não se adequa ao vosso nível. Entendam que continua a ser o Youtube a maior e mais acessível fonte de informação sobre o jogo, mas nem tudo vos ajudará, bem pelo contrário, e dar-vos algumas ferramentas para que consigam distinguir o trigo do joio é aqui o meu objectivo, já que ensinar-vos a jogar não consigo de certeza.

Isto já vai longo, especialmente para um jogador tão fraco como eu. Sei que é preciso ter muita lata para fazer um artigo destes, mas eu estou na luta como vós e o que quero é divertir-me. Duma coisa podem ter a certeza, não estou aqui a ganhar dinheiro convosco, estou genuinamente interessado em que se divirtam.