2018 Dec 06 / 11:20

Hyped Game Awards - Primeira Edição

Andam aí uns zunzuns que uma entidade quer copiar a nossa ideia de entregar prémios a jogos que se destacaram durante o ano em diversas categorias. Como tal vamos tentar jogar por antecipação e dar a nossa opinião sobre quem merece ser o melhor este ano.

 

Começamos em grande, jogo do ano. Nesta categoria resolvemos nomear Assassins Creed Odissey, Celeste, God of War, Marvel’s Spider Man, Monster Hunter: World e Red Dead Redemption 2. De forma unânime a nossa redação entregou o seu voto ao God of War. Parece que o fun factor ainda é bastante importante para nós.

 

Na categoria de melhor jogo em actividade nomeámos Destiny 2: Forsaken, Fortnite, No Man’s Sky, Overwatch e Tom Clancy’s Rainbom Six Siege. Aqui já se misturaram os votos. O JLC e o Gripe votaram no Overwatch, eu e o Andrewmess votámos no fortnite. A força dos números certamente nos dará razão.

 

Na categoria de melhor direcção nomeámos A Way Out, Detroit Become Human, God of War, Marvel’s Spider Man e Red Dead Redemption 2. Tal e qual como no anterior os grupinhos estão formados. O JLC e o Gripe votam God of War, eu e o Andrewmess votamos Red Dead Redemption 2. Aqui as coisas começam a complicar, mas eu acho que em praticamente tudo o que é técnico RDR2 é um prodígio e irá ganhar.

 

Na categoria de melhor narrativa nomeámos Detroit Become Human, God of War, Life is Strange 2: Episode 1, Marvel’s Spider Man e Read Dead Redemption 2. Aqui estamos mais dispersos. JLC e Gripe mantêm a panelinha optando por Detroit Become Human, Andrewmess votou em God of War, eu continuo a achar a história de Arthur a melhor de todas e dou o meu voto a Red Dead Redemption 2.

 

Na categoria de melhor direcção artística nomeámos Assassins Creed Odissey, God of War, Octopath Traveler, Red Dead Redemption 2 e Return of the Obra Dinn. A panelinha manteve-se. JLC e Gripe optam por God of War, embora o Gripe tenha hesitado com o Return of the Obra Dinn. Andrewmess opta por Octopath Traveler e eu mantenho o bom velho Red Dead Redemption 2.

 

Na categoria de melhor banda sonora nomeámos Celeste, God of War, Marvel’s Spider Man, Ni no Kuni II: Revenant Kingdom,  Octopath Traveler e  Read Dead Redemption 2. Aqui só eu e o JLC escolhemos. O JLC optou por Ni no Kuni II: Revenant Kingdom e eu por Celeste, hesitando um bom bocado com o Spider Man.

 

Na categoria de melhor audio nomeámos Call of Duty Black Ops 4, Forza Horizon 4, God of War, Marvel’s Spider Man e  Read Dead Redemption 2. Aqui o Gripe optou por não responder. JLC optou por God of War, o Andrewmess por Forza Horizon 4 e eu depois de voltar a estar perto de escolher Spider Man optei por Read Dead Redemption 2. Começo a achar que o Spider Man vai ser o Horizon Zero Dawn da nossa primeira edição.

 

Na categoria de melhor performance nomeámos Bryan Dechart as Connor, Detroit: Become Human, Christopher Judge as Kratos, God of War, Melissanthi Mahut as Kassandra, Assassin’s Creed Odyssey, Roger Clark as Arthur Morgan, Red Dead Redemption II, Yuri Lowenthal as Peter Parker, Marvel’s Spider-Man. Eu e o JLC optámos por Yuri Lowenthal como Peter Parker e o Andrewmess por Bryan Dechart como Connor. Esta categoria está recheda de optimas performances, e para falar a verdade acho que Roger Clark fez um Arthur Morgan fantástico e o Christopher Judge intrpretou um Kratos que irá certamente tornar-se icónico. Para mim qualquer um dos 3 poderá ganhar.

 

Na categoria de jogo com maior impacto nomeámos 11-11 Memories Retold, Celeste, Florence, Life is Strange 2: Episode 1 e The Missing: JJ Macfield and the Island of Memories. Aqui o Andrewmess optou por não responder, o resto da equipa foi unânime na escolha de Celeste.

 

Na categoria de melhor jogo independente nomeámos Celeste, Dead Cells, Into the Breach, Return of the Obra Dinn e The Messenger. Um ano fantástico até nos Indie. O Andrewmess optou por não responder, eu e o Gripe escolhemos Celeste e o JLC escolheu Dead Cells. Pessoalmente acho que Celeste foi importante demais para dar chances este ano.

 

Na categoria de melhor jogo móvel nomeámos Donut County, Florence, Fortnite, PUBG Mobile e Reigns: Game of Thrones. Aqui eu e o JLC cingimo-nos ao peso dos números e optámos pelo Fortnite, o Andrewmess escolheu Reigns: Game of Thrones e o Gripe é muito fino para jogar joguinhos mobile e não quis escolher. Creio que o Fortnite vai ganhar, mas o meu jogo favorito foi de longe Florence. Um ano bom faz com que muitos que ganhariam em anos anteriores fiquem agora a seco.

 

Na categoria de melhor jogo de realidade virtual nomeámos ASTRO BOT Rescue Mission, Beat Saber, Firewall Zero Hour, Moss e Tetris Effect. Por acaso as nossas escolhas foram para mim uma surpresa. O Andrewmess e o Gripe optaram por não responder, o JLC escolheu ASTRO BOT Rescue Mission e eu acabei por optar por Beat Saber, embora esteja desconfiado que se vai fazer a panelinha para o Tetris Effect. Qualquer um dos 3 será um nobre vencedor.

 

Na categoria de melhor jogo de acção nomeámos Call of Duty Black Ops 4, Dead Cells, Destiny 2: Forsaken, Far Cry 5 e Mega Man 11. Nesta categoria fomos dividindo os votos. O JLC escolheu Dead Cells, o Gripe Mega Man 11 o Andrewmess e eu escolhemos Call of Duty: Black Ops 4. A minha preferência ia para o Dead Cells, mas creio que o peso institucional vai dar a vitória ao COD.

 

Na categoria de melhor jogo de acção/aventura nomeámos Assassins Creed Odissey, God of War, Marvel’s Spider Man, Read Dead Redemption 2 e Shadow of the Tomb Raider. Aqui só o Andrewmess degenerou optando por Spider Man. O JLC, Gripe e eu optámos por God of War.

 

Na categoria de melhor RPG nomeámos Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age, Monster Hunter: World, Ni no Kuni II: Revenant Kingdom,  Octopath Traveler e Pillars of Eternity II: Deadfire. Aqui ninguém concordou com ninguém. O Gripe optou por Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age, o JLC preferiu Ni no Kuni II: Revenant Kingdom, o Andrewmess escolheu Octopath Traveler e eu escolhi Monster Hunter: World. Para falar a verdade eu próprio estou muito dividido e o Gripe confidenciou-me o mesmo. Prémio rasgadinho.

 

Na categoria de melhor jogo de luta nomeámos BlazBlue: Cross Tag Battle, Dragon Ball FighterZ, Soul Calibur VI e Street Fighter V: Arcade Edition. Aqui esperava o inverso e não fui enganado. Todos escolhemos Dragon Ball FighterZ.

 

Na categoria de melhor jogo familiar nomeámos Mario Tenis Aces, Nintendo Labo, Overcooked 2, Starlink: Battle for Atlas e Super Mario Party. Aqui o Gripe optou por Starlink: Battle for Atlas, os restantes membros da equipa optaram por Super Mario Party.

 

Na secção de melhor jogo de estratégia nomeámos The Banner Saga 3, Battletech, Frostpunk, Into the Breach e Valkyria Chronicles 4. Aqui só eu e o JLC escolhemos. O JLC optou por Valkyria Chronicles, já eu optei por Frostpunk.

 

Na secção de melhor jogo de desporto/corridas nomeámos FIFA 19, Forza Horizon 4, Mario Tenis Aces, NBA 2K19 e Pro Evolution Soccer 2019. Tal como esperava todos votámos em Forza Horizon 4.

 

Na secção de melhor jogo multiplayer nomeámos Call of Duty: Black Ops 4, Destiny 2: Forsaken, Fortnite,  Monter Hunter World e Sea of Thieves. O Gripe optou por Monster Hunter World, o JLC e o Andrewmess votaram Call of Dutty: Black Ops 4 e eu vou jogar seguro no Fortnite.

 

Na secção de melhor jogo de estreia dum estúdio independente nomeámos Donut County, Florence, Moss, The Messenger e Yoku’s Island Express. Aqui o Andrewmess não votou, os restantes elementos da equipa escolheram The Messenger.

 

E estas são as nossas escolhas. A nossa secção não está muito dentro dos e-sports por isso optámos por deixar isso de parte. Esperamos que sejam as primeiras de muitas escolhas e que ganhem os melhores!