2019 Jun 08 / 10:00

E3 2019 - Será que ainda vale a pena? Espectativas e Pensamentos

A E3 tem ficado bastante estranha ao longo dos anos, seja para melhor ou para pior a realidade é que a indústria está maior do que nunca, e esperar pelas mesmas caras todos os anos já é prevísivel. Este ano com o anúncio da SONY a confirmar que não irá estar presente em nenhum evento oficial, é de ficar com a pulga atrás da orelha, contudo, não obstante de fazer as coisas debaixo da mesa e continuar a construir o que têm planeado para este e os próximos anos serão interessantes. O que tenho certeza é que este ano vai ser especialmente constragendor e estranho.

Deixamos aqui as espectativas e pensamentos da equipa de Reviews:

 

 

EA Play

Melgacius

-Nada a dizer de especial, que o evento está completamente agendado, mas aguardo com alguma antecipação a meia hora dedicada ao Star Wars: Jedi Fallen Order, algo que deve ser transversal a meio mundo. Depois disso tenho alguma expectativa em relação ao novo FIFA, que é um jogo que já tenho alguma saudade de jogar.

JLCfreitas

-Penso que depois da E3 do ano passado e dos fiascos gigantescos que a EA teve em 2018/2019, é certo que ninguém queira dar a cara porque as chances de serem assobiados em pleno palco é quase certa. E assim sendo, iremos ter uma amostra de trailers e apresentações de jogos futuros e updates aos jogos de desporto que ainda não sei bem quem é que continua a jogar e a pagar preço de Triple A pelo mesmo produto todos os anos. O que quero ver mesmo é Star Wars: Jedi Fallen Order e mesmo assim estou com bastante receio de como irão levar este título e como vão aplicar a famosa tática para conseguir extorquir o máximo de dinheiro possível do título, e não é com vendas do jogo, mas sim micro-transações.

 

 

Microsoft

Melgacius

-Creio que é esta a conferência mais aguardada, especialmente depois da SONY ter anunciado que não estaria presente no certame. Se já era antecipada, mais ficou depois de Phil Spencer anunciar 14 jogos exclusivos para a apresentação.

 Pessoalmente, e de forma algo curiosa, o que mais quero ver é o novo serviço Game Pass para PC, e também ouvir algo sobre o serviço de Cloud Streaming e respoetivas parcerias. Para além de tudo o que já anda confirmado, gostava de ver mais de Battletoads e Halo Infinite. Outer Worlds está também no meu radar, Minecraft Hearth e Fable 4 são curiosidades de interesse genuíno. Alguém falou num novo Age of Empires? Provavelmente será aqui que vão aparecer a maioria dos third partyCyberpunk 2077 será provavelmente o mais antecipado. Começa a criar-se também a expectativa de mais aquisiões de novos estúdios, e aqui no meio de todos os rumores há dois que me soam bastante bem, a Crytek e a Relik. Por fim espero ver muito da próxima geração, não só o hardware, mas também um sistema operativo, que gostava que se tornasse mais próximo do Windows, até para facilitar a entrada de mais jogos no Game Pass para PC.

JLCfreitas

-É agora que a Microsoft vai conseguir a oportunidade de voltar a entrar com títulos competitivos?! Após o anúncio das aquisições de estúdios com bom nome dentro da indústria, será que é este ano que vamos ver os próximos títulos para a geração seguinte? Um dos nomes que me salta logo à cabeça é Ninja Theory que lançou Hellblade: Senua’s Sacrifice em 2017 e que em 2018 foi adquirida pela Microsoft Studios, só pode sair algo bom desse lado. Não vou mencionar títulos que espero ver, só digo que que espero competição no mercado, a Microsoft andou perdida a geração toda e quero que depois destas aquisições se volte a encontrar para dar mais variedade aos jogadores.

 

 

Bethesda

Melgacius

-Depois de, para mim, ter ganho a E3 do ano passado, o ano foi claramente mau. Este ano espero mais de Fallout 76, mais de DOOM Eternal, o meu jogo mais antecipado até que saia, mais sobre Starfield e Elder Scrolls. Como surpresa que gostasse de ver, talvez Wolfenstein.

JLCfreitas

-Oh Todd Howard, a confiança que tinha na Bethesda Studios desapareceu por completo, vou ter atenção especial nesta apresentação e vou tirar notas para relembrar nas reviews, todas as promessas feitas na E3 e o que realmente tivemos como produto final. Depois de Fallout 76, só espero o pior para The Elder Scrolls VI e Starfield, que nem  tem nenhuma informação sobre o que é nem que estilo de jogo será.

Tirando o mau, os parceiros da Bethesda andam em alta, e é nesses títulos que mostraram esforço e profissionalismo, Doom Eternal e Wolfenstein Youngblood serão títulos que certamente teremos para review e terei todo o gosto em jogar. Algo vindo da Arkane Studios seria a cereja no topo do bolo.

 

 

Devolver Digital

Melgacius

-Há muito que a Devolver Digital se tornou a minha publicadora favorita. É que lançam jogos fantásticos um atrás do outro. Já aguardo pelo My Friend Pedro há um ano, está para breve. Dado que lançam tantos jogos, não faço ideia do que irá aparecer, mas gostava de ouvir algo sobre o novo Serious Sam.

JLCfreitas

-Muita animação durante toda a exibição, e parcerias com estúdios novos/recentes é o que a indústria precisa, tem um lugar especial e espero que assim continue, juntamente com a apresentação sempre fora do comum e que põe o espectador um bocado constrangido. Serious Sam 4 será a minha espectativa.

 

 

PC Gaming Show

Melgacius

-Este ano este segmento é patrocinado pela Epic Games, por isso antecipo que se dê especial ênfase aos seus exclusivos. Talvez preste menos atenção, não por essa razão, mas porque temo que nos apresentem menos pérolas desconhecidas do que é habitual, em troca de tornar esta mais uma banca publicitária. É justo, mas apenas não o acho tão interessante.

JLCfreitas

-Provavelmente não será a exibição que terei prazer em ver, pela óbvia razão que terá Epic Exclusive no fim de cada trailer, práticas anti-consumistas não vão ser bem recebidas pelo público em geral porque não têm a escolha de comprar o jogo na sua plataforma preferida, e são obrigadas a comprar num espaço onde não tem nada adicional para complementar com o jogo que comparam, mas isso é um tópico para um artigo em separado.

Mais informação sobre Borderlands 3, Vampire: The Masquerade- Bloodlines 2, Outer Wilds irão ter mais informações, provavelmente datas de lançamento e gameplay associado.

 

 

Ubisoft

Melgacius

-Para mim é quem tem mais chances de roubar algum do protagonismo à Microsoft. Espero Watchdogs Legion, Ghost Recon Breakpoint, Beyond Good and Evil, e algo sobre o novo serviço de subscrição.

Como surpresa espero algo de Splinter Cell e este tiro do nada, algo sobre um novo Prince of Persia.

JLCfreitas

-A Ubisoft tem andando com os pés bem assentes no chão, apesar de não concordar com o modelo de negócio que fazem nos jogos, a verdade é que estes últimos Assasin’s Creed  são sólidos com bom conteúdo. Infelizmente  os que realmente queriam facturar com o modelo “Live Service” andam bastante mal e quero que assim continue até perceberem que não é algo a continuar, The Division 2, For Honor devem ser exemplos suficientes. Este Tom Clancy’s Ghost Recon Breakpoint não me convenceu muito, assim como o leak de WatchDogs Legion, vamos é esperar por mais informação e gameplay.

Um Splinter Cell seria excelente, já tinha mencionado no ano passado e infelizmente não aconteceu, vou voltar a reforçar a ideia, que é algo que até gosto, e um reboot de Prince of Persia lançaria um alvoroço na indústria.

 

 

Square Enix

Melgacius

-Aqui espero algo sobre os Avengers e remakes de Final Fantasies. Escolham um, tanto faz. Como surpresa espero o anúncio dum novo IP, o Outriders. Fora isso não tenho grande expectativa por esta apresentação.

JLCfreitas

-Depois de uma apresentação cheia de trailers em 2018, penso que só houve 3 títulos que realmente eram algo de novo, não quero que a história se repita neste ano. Só espero pela apresentação do jogo do Avengers, que vem a calhar visto que o último capítulo da Infinity Saga acabou em cheio, e as pessoas continuam a falar e vão continuar a falar depois deste jogo ser anunciado.

 

 

Nintendo Direct

Melgacius

-Podia falar aqui sobre muito, mas tentarei ser breve. Updates nos lançamentos da colecção da Platinum Games. Exclusivos como Luigi’s Mansion e Animal Crossing, ambos muito antecipados não só por mim como pelo meu mais velho. Também conto que falem sobre updates ou DLCs de exclusivos. Como surpresa gostaria de ouvir algo sobre algo novo da franchise Legend of Zelda.

 

Iremos fazer um breve resumo após as apresentações de cada empresa. Até lá, sigam-nos nas redes sociais:
-Facebook
-Twitter
-Youtube
-Twitch

João "JLCfreitas" Freitas


Técnico de Redes e Sistemas, amante de jogos de terror e fanboy da Blizzard. Achievement Hunter de noite. Speedrunner de dia.